Ultimas Matérias Cadastradas
Mar dos Milagres.
10:05:32 12/12/2015
E orou Jonas ao SENHOR, seu Deus, das entranhas do peixe. E disse: Na minha angústia, clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz. (Bíblia Sagrada) Jon. 2: 1 - 2.


Mar dos Milagres


      P 1

      O Mar Mediterrâneo é o Mar situado entre a Europa, Ásia e, a África. Comunica com o Oceano Atlântico pelo o estreito de Gibraltar e com Mar Vermelho pelo canal de Suez. A sua profundidade máxima atinge aproximadamente 4000 m. A sua extensão é de 3.700 km e, uma superfície de cerca de 3 milhões de Km2. Formava o limite ocidental da Terra da Promissão. Assim o povo chamava-o simplesmente:


O mar, (Bíblia Sagrada) Núm. 13: 29. / Jui. 5: 17. / Ato. 10: 6.

O Grande mar, (Bíblia Sagrada) Jos. 9: 1. / 15: 12. / Eze. 4: 28.

O mar dos filisteus, (Bíblia Sagrada) Êxo. 23: 31.

O mar ocidental, (Bíblia Sagrada) Deut. 11: 24. 


Dentro do Mediterrâneo ainda estão outros mares, como Mar da Ligúria, Mar de Tirreno, Mar Jônico, Mar Adriático e, o Mar Egeu e, ainda fazem parte dele, Ilhas como Malta ou Melita, Sicília, Creta, Chipre e, outras sem contar as ilhas do Mar Egeu. O Mar Mediterrâneo ainda é considerado o mar do centro da terra. O Mar Mediterrâneo talvez tenha sido um dos maiores palcos fluviais da história dos hebreus e, mesmo do que nos conta a Bíblia sagrada. Se nós olharmos para um passado bem distante veremos a madeira do Templo de Salomão navegando em balsas pelo “Mar Mediterrâneo”.

Madeiras de cedro do Líbano que eram cortadas e, transportadas até um porto de Tiro e, em balsas ou jangadas navegavam até Jope. — E Hirão, rei de Tiro, enviou mensageiros á Davi, enviou também madeira de cedro, carpinteiros e pedreiros, que edificaram a Davi uma casa. (Bíblia Sagrada) II Sam. 5: 11. — E enviou Hirão a Salomão, dizendo: Ouvi o que me mandaste dizer. Eu farei toda a tua vontade acerca dos cedros e acerca das faias.   Os meus servos os levarão desde o Líbano até ao mar e, eu os farei conduzir em jangadas pelo mar até ao lugar que me designares e, ali os desamarrarei;

e tu os tomarás; tu também farás a minha vontade, dando sustento à minha casa. Assim deu Hirão a Salomão madeira de cedros e madeira de faias, conforme a toda a sua vontade.   (Bíblia Sagrada) I Reis 5: 8 – 10.

Porém o Mar Mediterrâneo ainda é uma fonte de riquezas para a história dos hebreus e, para a Bíblia Sagrada. Viveu num passado não muito distante um homem de Deus, um profeta chamado Jonas, um nome hebraico que em português quer dizer (rola); (pombo); se o nosso


P 2

amado rola não foi um grande profeta, porém foi talvez o maior missionário da terra: Pois a sua pregação ganhou um grupo de aproximadamente cento e vinte mil almas em apenas três dias de pregação. — Mas o Senhor mandou ao mar um grande vento e, fez-se no mar uma grande tempestade e, o navio estava para quebrar-se. E então temeram os marinheiros e, clamava cada um ao seu deus e, lançavam no mar as fazendas, que estavam no navio, para o aliviarem do seu peso; Jonas, porém desceu aos lugares do porão e se deitou e, dormia um sono profundo.

  E o mestre do navio chegou-se a ele e, perguntou-lhe: Que tens dormente? Levanta-te, invoca o teu Deus; talvez assim Deus se lembre de nós para que não pereçamos. (Bíblia Sagrada) Jon. 1: 4 – 6. E o profeta Jonas que havia desobedecido ao Senhor seu Deus, entrou num navio numa tentativa de viajar para uma terra distante. Por incrível que possa parecer, o homem de Deus em questão, não conhecia a Bíblia Sagrada: Pois ela ainda nem sequer existia.

— E se, se esconderem no cume do Carmelo, buscá-los-ei e, dali os tirarei; e, se se ocultarem aos meus olhos no “fundo do mar ali darei ordem à serpente e ela os morderá”. (Bíblia Sagrada) Amós 9: 3. Deparou, pois o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe; (Bíblia Sagrada) Jon. 1: 17. — E orou Jonas ao Senhor, seu Deus, das entranhas do grande peixe: E disse: Na minha angústia clamei ao Senhor e, ele me respondeu; do ventre do inferno gritei e, tu ouviste a minha voz; (Bíblia Sagrada) Jon. 2: 1 – 2.

O Mar Mediterrâneo ainda reserva para nós uma grande surpresa, pois o peixe que engoliu o nosso amado profeta não foi uma baleia e sim um, “Canis Carchurus” ou cão do mar; alias por essa você também não esperava, não é mesmo. É digno de reparo que a Bíblia não diz que Jonas foi engolido por uma baleia; a palavra “ketos” traduzida por Figueiredo “baleia”, significa um “grande peixe” que, segundo o livro de Jonas, Deus tinha preparado e, como querem alguns uma baleia.

 Este assunto é discutido minuciosamente por W. R. Bradlaugh em “The Christian’s Armoury” pág. 433, do qual traduzimos o seguinte: O Canis Carchurus, um tubarão ou um cão do mar, é conhecido por frequentador dos mares por onde um navio tem de passar, viajando de “Jope” a qualquer porto espanhol. Segundo todos os livros modernos de zoologia um Canis Carchurus tem um comprimento normal de 10 metros, quando adulto. O célebre naturalista francês Lacepede diz que o cão do mar pode engolir animais muito maiores que um homem sem os mutilar.

As suas próprias palavras no “Histoires dês Poissons” são as seguintes: Os cães do mar têm uma queixada inferior com quase dois metros de extensão semicircular, o que nos deixa compreender como podem engolir animais inteiros tão grandes como eles mesmos. É bem conhecido de todos os zoólogos que a voracidade dos cães do mar e, mesmo de toda a família dos tubarões, é tal que nunca mastigam o seu alimento, mas engolem tudo sem mastigar. Blumenbach, o eminente zoólogo alemão, no seu ‘Manual de História Natural’ como autoridade científica, afirma que se têm apanhado cães do mar com o peso de (cinco toneladas) e, que já foi encontrado


P 3

até mesmo um (cavalo) inteiro no estômago de um cão do mar. (Bíblia explicada) livro de Jonas cap. 4. Meu caro, leitor(a) você saberia me dizer qual a profundidade do inferno em que estava Jonas quando ele disse; do fundo do inferno clamei ao Senhor?

Não: Ora você acabou de ler, Jonas estava no ventre de um peixe no fundo do Mar Mediterrâneo; o mar tem 4000m. de profundidade, logo o inferno de Jonas tinha a profundidade de 4000m. O Mar Mediterrâneo é realmente uma fonte quase que inesgotável de histórias maravilhosas, que os comentadores parecem fazer questão de omitir. No passado habitando no que hoje você conhece como faixa de Gaza, ou faixa do terror; existiu um povo conhecido como os “filisteus”: Gente essa que atormentou e, foi também atormentada por Israel. Pois os filisteus que você já ouviu ou leu tanto sobre os tais, são oriundos de uma ilha do Mar Mediterrâneo; ilha de Caftor ou ilha de Creta.

Povo este que migrou para o continente e, habitou uma faixa de terra na costa do Mediterrâneo, hoje conhecida como faixa de gaza; uma faixa de terra que media aproximadamente 25 KL de largura por 80 KL de comprimento: Os filisteus, o povo do famoso gigante Golias. O povo incircunciso, que migrara de Caftor, isto é, a ilha de Creta (Bíblia Sagrada) (Amo. 9: 7) e habitava a Filístia. Eram descendentes de Cão, (Bíblia Sagrada) Gên. 10: 14 Adoravam dois deuses dos babilônios: Dagom e Astarote, (Bíblia Sagrada) I Sam. 5: 2. – 31: 10. As cinco cidades principais foram governadas pelos “cinco príncipes dos filisteus”, mencionados várias vezes, (Bíblia Sagrada) Jos. 13: 3. / Jui. 3: 3. / I Sam. 6: 18. – 7: 7; etc. Dominavam os Israelitas, (Bíblia Sagrada) Jui. 13: 1. – 15: 11. / I Sam. 13: 19.

Derrotados pelos Israelitas, (Bíblia Sagrada) I Sam. 14: 1 – 17. Mataram Saul e Jônatas, (Bíblia Sagrada) I Sam. 31: 1 – 13. As suas cidades principais eram; Gaza, Asdode, Ascalon, Gate e, Ecron e, assim você conhece mais pouquinho do “Mar Mediterrâneo”. O Apóstolo Paulo ainda passou grande parte de sua vida navegando sobre o “Mediterrâneo”, em sua última viagem a Roma o navio em que viajava o então prisioneiro Apóstolo Paulo, naufragou nas imediações de uma ilha conhecida como “Malta ou Melita”. E havendo escapado então souberam que a ilha se chamava Malta ou Melita. E os bárbaros usaram conosco de não pouca humanidade; porque, acendendo uma grande fogueira, nos recolheram a todos por causa da chuva que caía e, por causa do frio.

— E, havendo Paulo ajuntado uma quantidade de lenha e, pondo-as no fogo, uma víbora, fugindo do calor, lhe acometeu a mão. E os bárbaros vendo-lhe a víbora pendurada na mão, diziam uns aos outros: Certamente esse homem é assassino, visto como, escapando do mar, a Justiça não o deixa viver. Mas, sacudindo ele a víbora no fogo, não padeceu nenhum mal. E eles esperavam que viesse a inchar ou a cair morto de repente; mas tendo esperado já muito e, vendo que nenhum incômodo lhe sobrevinha, mudando de parecer, diziam que era um deus. (Bíblia Sagrada) Atos 28: 1 – 6.


P 4

Ainda no Mar Egeu, mar que fica dentro do Mediterrâneo, temos tal vez a maior das histórias relacionadas à Bíblia Sagrada. Nós não sabemos mais exatamente dizer hoje em dia, qual seria das ilhas, mas em um ponto do Mar Egeu, havia no passado uma ilha chamada “Pátmos”; Ilha essa que foi nada mais nada menos que o cenário para a exibição do APOCALIPSE.

— Eu João, que também sou vosso irmão e, companheiro na aflição, no reino e, na paciência de Jesus Cristo, estava na ilha chamada Pátmos, por causa da palavra de Deus e, pelo testemunho de Jesus Cristo. E fui arrebatado em espírito no dia do Senhor e, ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, que dizia: O que vês, escreve-o num livro e, envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, Smirna, Pérgamo, Tiatira, Sardo, Filadélfia e, Laodicéia. E virei-me para ver quem falava comigo. E virando-me, vi sete castiçais de ouro; E no meio dos sete castiçais um semelhante, ao Filho do homem, vestido até aos pés de um vestido comprido e, cingido pelos peitos com um cinto de ouro. (Bíblia Sagrada) Ap. 1: 9 – 13.

Como você pode ver meu coro leitor, o Mar Mediterrâneo, não é feito só de monstros marinhos; muitas maravilhas revelando a bondade de Deus para com a humanidade naquele grande palco fluvial também já foram apresentadas aos homens de boa vontade. Espero que estas humildes linhas desperte você para continuar todo dia em busca de mais conhecimento; pois a sua Bíblia Sagrada assim nos incentiva quando está escrito: — Antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. (Bíblia Sagrada) II Ped. 3: 18. — Bem-aventurado aquele que lê e, os que ouvem as palavras desta profecia e, guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. (Bíblia Sagrada) Ap. 1: 3.


 Sem mais atenciosamente:

 

                                                     Pr. Manoel Teixeira

              Associação Teológica Renascer

                    Site: www.asotera.com / E-mail: contato@asotera.com

                           Fone: (47) 3446-0031 / cel. 9985-7616 (TIM)






Mais Matérias
:: Copyright © ASOTERA 2007 ~ Todos os Direitos Reservados ::
:: Site Desenvolvido Por Elite Y ::