Ultimas Matérias Cadastradas
Sejas tu, uma Bênção.
09:58:56 31/12/2010
Ora, disse o SENHOR Deus a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela da casa de teu pai e vá para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, te abençoarei, e engrandecerei o teu nome. Sê tu uma bênção! (Bíblia Sagrada) Gên. 12: 1 – 2.


    Sejas tu, uma Benção!

 

 

P 01

No mundo de hoje dado ao fato de se ter alcançado algum conhecimento da Bíblia Sagrada, as pessoas descobriram que Deus o Criador de todas as coisas, é bom. As pessoas só não têm procurado saber que Deus é amor, mas também é justiça. Daí há uma corrida desenfreada em busca de alguma coisa que se possa chamar de religião, pois de repente até mesmo nos jornais estão anunciando que ter uma religião é bom para saúde. Até mesmo os técnicos em medicina estão aconselhando as pessoas á ter uma religião, alegando que isso pode ajudar na evolução da saúde. Depois que se propagou à palavra bênção, que quer dizer favor, dádiva ou presente, por exemplo, o que se tem visto de gente nas portas dos Templos evangélicos em busca de uma bênção chega á ser assustador.

A grande maioria não tem nem noção do que quer dizer tal palavra, mas se é de graça eu também quero. E assim à humanidade de um modo quase que em geral, movida pela necessidade passou á viver correndo atrás de algo conhecido como uma bênção, isso muitas vezes não importando de onde vem desde que seja algo que venha de graça, é bem vindo. Verdade é que nós estamos sempre querendo receber algo de quem quer que seja desde que não seja necessário retribuir. Porém se nós olharmos com atenção para a Bíblia Sagrada veremos que as coisas de Deus são fáceis, práticas desde que nos enquadremos inteiramente nelas.

Num passado bem distante, há aproximadamente três mil e novecentos (3900) anos atrás, começava uma história que se enraizaria no seio da humanidade de tal forma, que passaria desta vida para a eternidade. Aqui estamos falando de certa forma de um fator chamado fé. Foi nessa época que o Senhor nosso Deus o Criador de todas as coisas, o Deus que fundou o Universo, que criou os Céus, a Terra e todas as maravilhas que ai estão, descobriu alguém muito especial, Abraão o nosso pai da Fé!

— Ora, disse o SENHOR Deus a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela da casa de teu pai e vá para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, te abençoarei, e engrandecerei o teu nome. Sê tu uma bênção! (Bíblia Sagrada) Gên. 12: 1 – 2. O que me chama a atenção nesta frase é o fato de que do meio de uma humanidade sem nenhuma evolução sai um homem que acaba revolucionando toda à história da humanidade, o grande Patriarca Abraão. Revolução essa que passa desta vida para a eternidade. Isso tudo numa época em que a humanidade ainda era apenas um pequeno grupo de pessoas e, ao que tudo indica eram poucos os corações voltados para o seu Criador.

No mundo de hoje nós vemos muita gente dizendo-se servir á Deus, porém, sem nenhuma transformação, tudo na base do venha como está e fique como dá. No entanto se nós prestarmos atenção na frase bíblica que acabamos de ler, veremos que a primeira coisa que o Senhor nosso Deus exigiu do seu servo foi exatamente uma mudança.  A partir da mudança vem à transformação e, em seguida, aí sim começam as promessas e as ordenanças. Aliás, com Deus é sempre assim, a partir do momento que nós nos colocamos na sua direção, Ele se coloca inteiramente à nossa disposição.

 

P 02

— E há de acontecer, ó casa de Judá e ó casa de Israel, que, assim como fostes uma maldição entre as nações, assim vos salvarei, e sereis uma bênção; não temais, esforcem-se as vossas mãos. (Bíblia Sagrada) Zac. 8: 13. O que é mais complicado no ser humano é que ele está sempre querendo levar alguma vantagem, e sem nenhuma vontade de retribuir. O que é interessante aqui é que não se vê Deus prometendo bênção á ninguém, na verdade o que vemos aqui é Deus exigindo que o elemento, o ser humano seja uma bênção. Pois a partir do momento que o ser humano se tornar uma bênção nas Mãos de Deus, ele não precisa mais mendigar coisa alguma! Lá no passado, o filho mais velho, o primogênito automaticamente tinha privilégios, recebia uma parte maior na herança, podia escolher a melhor parte da terra, o melhor gado do rebanho e, o pai pouco antes de morrer sempre desejava á ele tudo de melhor, à tão conhecida (bênção).

Abraão, nosso pai da fé teve dois netos, filhos de Isaque, os nomes deles eram Esaú e Jacó. A história nos conta que os dois irmãos tinham temperamentos diferentes, hábitos diferentes, Esaú era homem mais da terra, homem de trabalho pesado, era um exímio caçador, por exemplo. Jacó, não se arriscava tanto, costumava ficar mais perto de casa junto dos pais inclusive pelo que pude entender ele normalmente ajudava a mãe nas tarefas domésticas, muito especialmente na hora de cozinhar. Numa daquelas, Esaú voltou do campo com muita fome, ao chegar em casa percebeu que Jacó havia preparado um prato especial, um prato que ele, Esaú apreciava muito. Porém ao aproximar-se da panela levou um tapa na mão, esse ensopado é meu falou Jacó e, você só comerá dele se pagar.

Naquele tempo nós sabemos que não existia moeda impressa, a moeda negociada era natural, era um boi, uma ovelha, uma certa quantidade de frutos da terra, o direito de ir e vir e assim por diante.  E numa família em que o pai estava beirando os cento e oitenta (180) anos, a mãe dos jovens certamente não tinha mais muito para viver, no entanto era uma família rica e, ai alguém ter o direito adquirido de com a morte dos pais que estava próxima, as portas, se tornar o líder dessa família com a bênção, com a aprovação do pai antes de morrer era tudo o que um homem da época almejava. Então chega Esaú o nosso personagem principal, o irmão mais velho, o primogênito, o futuro líder da família, como se costuma dizer, morto de fome. Seu irmão Jacó havia preparado um almoço todo especial, para o seu irmão e, também uma armadilha. Está com fome, perguntou Jacó?

Essa panela me pertence e o que tem dentro dela também, porém, podemos negociar, à sua primogenitura, o seu direito de filho mais velho, a bênção que você vai receber de nosso pai daqui mais um pouco, em fim todos os seus direitos por um prato de comida. — E Jacó cozera um guisado; e veio Esaú do campo e estava ele cansado. E disse Esaú a Jacó: Deixa-me, peço-te, comer desse guisado vermelho, porque estou cansado. Por isso, se chamou o seu nome (Edom = vermelho). Então, disse Jacó: Vende-me, hoje, a tua primogenitura. E disse Esaú: Eis que estou a ponto de morrer de fome, e para que me servirá logo a primogenitura? Então, disse Jacó: Jura-me hoje. E jurou-lhe e vendeu a sua primogenitura a Jacó. E Jacó deu pão a Esaú e o guisado das lentilhas; e ele comeu, e bebeu, e levantou-se, e foi-se. Assim, desprezou Esaú a sua primogenitura. (Bíblia Sagrada) Gên. 25: 29 – 34.

 

P 03

Meu caro leitor(a) você saberia me dizer por que o nosso personagem aqui desprezou à sua bênção, pois foi simplesmente porque ele não era uma bênção.  Pois ninguém em sã consciência troca um direito adquirido por um prato de comida. E o que é pior, ele acaba de negociar, acaba de jogar no lixo o seu direito adquirido e no dia seguinte ele já havia esquecido que já não era mais o arrimo da família e, aqui aparece ao lado da cama do pai á beira da morte cobrando os seus direitos de filho primogênito. — E disse Esaú a seu pai: Tens uma só bênção, meu pai? Abençoa-me também a mim, meu pai. E levantou Esaú a sua voz e chorou. (Bíblia Sagrada) Gên. 27: 38.

Aqui você tem à oportunidade de observar a irresponsabilidade do ser humano em alguns casos. Acabara de negociar com seu irmão, acabara de jogar fora à sua bênção o seu direito adquirido e, correu para o pai para cobrar de seu pai tudo aquilo que ele havia acabado de vender para o seu irmão. E sabe por que ele agora fazia tanta questão de ter uma bênção? Simplesmente porque ele não era uma bênção! O triste de tudo isso é que depois de jogar fora os seus direitos ele fica revoltado, perdido e, disposto á tornar-se até mesmo homicida. — E aborreceu Esaú a Jacó por causa daquela bênção, com que seu pai o tinha abençoado; e Esaú disse no seu coração: Chegar-se-ão os dias de luto de meu pai; então, matarei a Jacó, meu irmão. (Bíblia Sagrada) Gên. 27: 41.

Eu particularmente costumo dizer o seguinte, a partir do momento que nós nos colocamos inteiramente na direção de Deus, Ele assume a responsabilidade de cuidar de nós, de um jeito todo especial! Pelo menos é o que nos ensina à Santa Palavra: — Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai o coração. (Bíblia Sagrada) Tia. 4: 8. Chegai-vos á Deus, uma frase difícil de ser entendida, eu tenho um amigo, o Dr. Zani Murara, Psicólogo, Teólogo Pr. Evangélico, ele costuma dizer o seguinte; a humanidade vive correndo atrás das bênçãos de Deus, porém, só o que poucos querem é o Deus da bênção.

Limpai as mãos pecadores, se alguém aceita a ideia de começar uma caminhada no seio de uma organização evangélica, geralmente é só para fazer parte da organização e, não para fazer parte da existência de Jesus, o Cristo conforme nos ensina à Bíblia Sagrada. — Estai em mim, e eu, em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira, vós, as varas; quem está em mim, e eu nele, este dá muito fruto, porque sem mim nada podereis fazer.

Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem. Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. (Bíblia Sagrada) Joã.  15: 4 – 7. Geralmente as pessoas aderem a uma organização evangélica, atraídas pelas falsas promessas como: (venha para Jesus e pare de sofrer), faça à campanha (A) ou à campanha (B) e fique milionário (traga dez para a igreja que amanhã Jesus levará cem para você), venha correndo buscar à sua bênção porque se não você será castigado e, ai por diante.

 

P 04

Porém tudo o que não estão ensinando é, o pecador á limpar as mãos, por exemplo; o que fumava não fume mais, o mentiroso que comece á falar à verdade, o beberrão que deixe de beber, o ladrão que deixe de ser vagabundo e vá trabalhar para viver, o trapaceiro deve começar á ser honesto, os drogados que criem o mínimo de vergonha na cara e passem á viver como seres humanos normais, os que vivem em adultério, em fornicação que passem á ter uma vida limpa. Pois é bom lembrar que a graça de Deus só se manifestará em vidas limpas, vidas de fé, vidas em que das quais, Deus possa se agradar. A partir de então, quem sabe você começa á ser uma bênção e, a partir do momento que você for uma bênção, eu não preciso nem falar o que pode começar á acontecer na sua vida, até então, tal vez sem graça, sem nenhum valor.

Porque na verdade o que você precisa não é de uma bênção de Deus e sim do Deus da bênção. — Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição: A bênção, quando ouvirdes os mandamentos do SENHOR, vosso Deus, que hoje vos mando; porém a maldição, se não ouvirdes os mandamentos do SENHOR, vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que não conhecestes. (Bíblia Sagrada) Deu. 11: 26 – 28. Quando a Nação Israelense vinda do Egito estava atravessando o Rio Jordão e entrava na Palestina, ela entrava num vale entre duas montanhas conhecidas, como o monte Gerizim e o monte Ebal.

Conta-nos à história que em cima de cada montanha tinha um oráculo, um homem com uma espécie de relatório na mão, algo escrito com os seguintes dizeres; o homem que ficava na montanha à direita falava; se vocês obedecerem á Deus e fizerem tudo certinho serão abençoados, porém o homem que ficava em cima da montanha à esquerda falava o seguinte; se vocês fizerem tudo errado serão castigados. Lá atrás nós lemos algo como, chegai-vos á Deus e Ele se chegará á vós, limpai às mãos pecadores e vós de duplo ânimo purificai os corações.

À humanidade de um modo quase em geral tudo que quer na verdade é fugir da presença de Deus, aliás, a maioria nem se dá conta de que Deus existe muito menos como Ele é, ficar perto Dele nem pensar. E ai viver uma vida de acordo com a vontade de Deus sem conhecê-lo e sem conhecer à sua vontade deve ser muito complicado, então tudo o que resta é ficar perto de alguém que se diz amigo desse tal de Deus e vive prometendo maravilhas por conta Dele. E vós de duplo ânimo purificai os corações, não há muito tempo atrás eu tive o desprazer de ouvir algo como:

Eu sou macumbeira, mas tenho muita fé em (deus com letras minúsculas é claro). Com letras minúsculas sim, porque o Deus que eu conheço não divide à sua Glória com ninguém, verdade é que você adora á Deus ou não adora, você serve á Deus ou não serve e, ai você alcança à graça de Deus ou não alcança. — Replicou-lhes Jesus: Se Deus fosse, de fato, vosso pai, certamente, me havíeis de amar; porque eu vim de Deus e aqui estou; pois não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Qual a razão por que não compreendeis a minha linguagem? É porque sois incapazes de ouvir a minha palavra. Vós sois do diabo, que é vosso pai e, quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade.

 

P 05

Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. (Bíblia Sagrada) Joã.  8: 42 – 44. Verdade é que quando eu escrevo ou falo assim tem gente que fica de boca aberta, geralmente perguntando, estás pregando um evangelho novo? E a minha resposta geralmente é o seguinte, não, eu estou tentando pregar simplesmente o Evangelho como ele é. Verdade é que tem gente que se sente ofendida com a verdade nua e crua e, ai o que não faltam são enganadores usando meias palavras, proferindo sermões que mais parecem água com açúcar, sermões que possam agradar á gregos e troianos, sempre se esquecendo que, ai daquele que aumentar ou diminuir à verdade.

As pessoas normalmente fazem isso para garantir um melhor faturamento, para manter um status, para segurar um emprego como líder eclesiástico ou coisa do gênero. Sempre se esquecendo que lá na presença de Deus não haverá meias palavras, lá ouviremos: Vinde, Benditos de meu Pai tomar por herança o reino que vos está preparado desde a fundação mundo; ou afastai-vos de mim malditos para o fogo preparado para o diabo e seus anjos. — Então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. (Bíblia Sagrada) Mat. 25: 34.

Então, dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. (Bíblia Sagrada) Mat. 25: 41. O que o pessoal ainda não se deu conta é que a partir do momento que o Senhor nosso Deus nos criou Ele assumiu um compromisso de nos manter vivos. A partir do momento que nós nos enquadramos na sua vontade Ele assume o compromisso de nos encher de bens. — E ali comereis perante o SENHOR, vosso Deus, e vos alegrareis em tudo em que poreis a vossa mão, vós e as vossas casas, no que te abençoar o SENHOR, vosso Deus. (Bíblia Sagrada) Deu. 12: 7.

O que à massa da humanidade não sabe e não quer aprender, é que com a autoridade vem também à responsabilidade. Quando nós recebemos um presente de alguém automaticamente assumimos a responsabilidade de sermos no mínimo gratos, pois poderá chegar até mesmo à hora da retribuição. Isso acontece de ser humano para ser humano e, com o Senhor nosso Deus não poderia ser diferente. O Deus que eu na verdade conheço e, que à grande maioria da humanidade pensa que conhece, é amor, mas também é Justiça. Ele nos enche de bens quando nós nos colocamos na Sua direção, à sua presença nos enriquece, mas o seu abandono já é um castigo mais que suficiente para nos destruir.

Lá no passado o Senhor nosso Deus acompanhava o seu povo, meio que fisicamente, materialmente, então Ele tinha às suas determinações e exigia o cumprimento delas. — Três vezes no ano, todo varão entre ti aparecerá perante o SENHOR, teu Deus, no lugar que Ele escolher; na Festa dos Pães Asmos, na Festa das Semanas, e na Festa dos Tabernáculos; porém não aparecerá vazio perante o SENHOR; cada qual, conforme o dom da sua mão, conforme a bênção que o SENHOR, teu Deus, te tiver dado. (Bíblia Sagrada) Deu. 16: 16 – 17. Para um Israel do passado, o Senhor nosso Deus havia determinado pelo menos três datas comemorativas importantes, só que para aquelas datas havia uma série de determinações. Determinações estas que Ele o Senhor exigia que fossem cumpridas

 

P 06

rigorosamente uma por uma. E se nós olharmos para a história veremos que quando o povo de Israel se colocava na direção de Deus alcançava vitória nas suas lutas e solução para os seus problemas. Em outras palavras, quando o povo de Israel se tornava uma bênção, automaticamente era maravilhosamente abençoado, porém quando à Nação deixava de ser uma bênção simplesmente Deus a abandonava. E ai você perguntaria e, nos dias de hoje ainda funciona assim? E eu diria, bem, não é o que às pessoas estão querendo. No mundo de hoje as pessoas normalmente superlotam os templos evangélicos, ouvem muitas promessas, muitas mentiras, muito barulho, compram muitos cds, com músicas e, mensagens sensacionalistas, levam para casa ouvem aquelas músicas e aquelas mensagens em alto volume e, assim ficam esperando ficar milionários, cheios de saúde, esperando obter uma esposa nova, um esposo novo, uma amante nova, um amante novo, em fim qualquer coisa que eles chamam de bênção.

Aliás, bênçãos que lhes foram prometidas naquelas reuniões. Minha amiga, meu amigo, sejas tu uma bênção e assim verás à Glória de Deus.  Sim porque quando você se tornar uma bênção nas mãos de Deus, Ele começará á se manifestar maravilhosamente na sua vida. — O SENHOR mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros e em tudo que puseres a tua mão; e te abençoará na terra que te der o SENHOR, teu Deus. (Bíblia Sagrada) Deu. 28: 8. Ai, você diria, mas isso é coisa do passado, então eu lhe digo, o Deus que eu conheço foi Eterno, é Eterno e será Eterno, portanto o que Ele foi em, qualquer época no passado será também em qualquer época no presente e no futuro. Na verdade, quem está sempre mudando é o ser humano, o Senhor nosso Deus não muda, às suas promessas sempre estarão de pé.

— Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará. (Bíblia Sagrada) Sal. 37: 5. Quando nós deixamos de lado o sensacionalismo e as nossas preocupações com esta vida, e nos colocamos na direção de Deus, então Ele assume a direção das nossas vidas. Um pai, uma mãe sempre tem prazer nos bons feitos dos filhos, no entanto quase sempre abominam as safadezas dos mesmos. — Porque derramarei água sobre o sedento e rios, sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade e a minha bênção, sobre os teus descendentes. (Bíblia Sagrada) Isa. 44: 3. Só não podemos nos esquecer, que tudo isso acontecerá, quando nós nos colocarmos na direção de Deus e, passarmos á fazer rigorosamente á Sua vontade. Até lá, seremos apenas vítimas da mentira, do sensacionalismo, dos que vivem nos oferecendo tudo o que tem para dar.

E assim devemos começar aceitando Cristo como nosso Único e Suficiente Salvador, fazendo toda à sua vontade e procurando conhecer à sua Palavra, pois está escrito, conhecereis a Verdade e ela vos libertará. — Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. (Bíblia Sagrada) Joã. 8: 31 – 32. A partir do momento que nós nos enquadrarmos nessa mensagem, seremos através de Jesus Cristo adotados como filhos de Deus. Isso quer dizer que a partir de então passaremos á ser uma bênção e, quando isso acontecer à última coisa que nós precisaremos é andar de porta em porta mendigando

 

P 07

aquilo que se caracterizou como sendo uma bênção. — Porventura, o cálice de bênção que abençoamos não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é, porventura, a comunhão do corpo de Cristo? (Bíblia Sagrada) I Cor. 10: 16. Quando o ser humano começa á deixar esta vida de lado e, começa á unir-se á Cristo Jesus, automaticamente ele começa á fazer parte da Vida de Cristo. Começa á ter parte no Seu Sangue, no Seu Corpo e também no Seu Espírito, pelo menos foi o que você acabou de ler. E quando o ser humano passa á ter essa participação na Vida do Filho Deus, então ele começa á ser verdadeiramente uma bênção.  Meu caro leitor(a), eu gostaria de salientar que aquela história de venha para Jesus e pare de sofrer é só mais uma mentira, não passa de mais uma propaganda enganosa. Pois se você olhar com atenção para a sua Bíblia Sagrada, verá que Jesus o Cristo a partir do seu nascimento começou á sofrer e, sofreu até a morte e morte de cruz.

— Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. (Bíblia Sagrada) Joã. 16: 33. Como você acaba de ver, o alerta é do próprio Cristo quando diz: No mundo tereis aflições. E ai você pode ver que se Ele, o próprio Cristo, não procurou eximir-se do sofrimento, também não o faria para a humanidade, pois é bom lembrar que o sofrimento desta vida é nada mais nada menos que uma preparação do ser humano para a Eternidade. — Portanto, tive por coisa necessária exortar estes irmãos, para que, primeiro, fossem ter convosco e preparassem de antemão a vossa bênção já antes anunciada, para que esteja pronta como bênção e não como avareza. (Bíblia Sagrada) II Cor. 9: 5. Em seguida numa outra versão, você verá que à bênção aqui descrita não deve vir de Deus e sim de você mesmo, à palavra bênção aqui define uma oferta, da Igreja para a Igreja.

— Por isso achei que era preciso pedir aos irmãos que fossem antes de mim para preparar a oferta que vocês prometeram. E assim, quando eu chegar aí, ela já estará pronta, e todos ficarão sabendo que vocês deram ofertas porque quiseram e não porque foram obrigados. Lembrem disto: Quem planta pouco colhe pouco; quem planta muito colhe muito. Que cada um dê a sua oferta conforme resolveu no seu coração, não com tristeza nem por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria. (Bíblia Sagrada) II Cor. 9: 5 – 7. (NTLH). Se você observar aqui, verá que nem tudo é bênção, aqui você pode ver que com aquilo que nós recebemos de Deus, chegou á hora de nós estendermos as mãos e, assim ajudarmos os nossos irmãos necessitados. Como você acabou de ler, quem planta muito, colhe muito, veja bem, quem planta; não quem fica esperando cair dos Céus sem nada ter feito para merecer.

— Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar (porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro), para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios, em Jesus Cristo, a fim de que recebêssemos, pela fé, o Espírito prometido. (Bíblia Sagrada) Gál. 3: 13. Aqui nós temos mais uma vez à oportunidade de ver que, uma bênção material, financeira, física, em fim, não resolve o nosso problema, nós precisamos começar alcançando pela fé à tão conhecida bênção de nosso pai Abraão através do sacrifício de Jesus o

 

P 08

Cristo lá na cruz do Calvário. Porém, não é isso que estão ensinando, pois não é isso que as pessoas querem aprender, não é isso que as pessoas querem receber, pois isso não enche barriga, não paga dívida, não resolve problema financeiro. Se, é assim, então vamos pregar o que as pessoas querem ouvir, vamos prometer tudo aquilo que as pessoas querem receber, mesmo que tudo isso seja mentira, seja charlatanismo, o importante é que dê lucro. Então eu sou obrigado á repetir, (sejas tu uma bênção), e a partir de então à tua mensagem será verdadeira, e os que á ouvirem tornar-se-ão verdadeiramente uma bênção nas Mãos de Deus, uma verdadeira bênção no seio da sua Igreja, uma verdadeira bênção diante do mundo perdido que ai está. — Porque a terra que embebe a chuva que muitas vezes cai sobre ela e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada recebe a bênção de Deus; mas a que produz espinhos e abrolhos é reprovada e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada. (Bíblia Sagrada) Heb. 6: 7 – 8.

Meu caro leitor(a), preste atenção na frase bíblica que acabamos de ler e, veja que o Senhor nosso Deus não perdoa nem mesmo a terra quando à mesma não corresponde aos seus anseios. Veja bem que Ele exige que a própria terra seja uma bênção, se ela não corresponder será castigada, será queimada, para que então passe á produzir bons frutos e seja assim uma bênção. Minha amiga, meu amigo, eu espero que estas humildes linhas tenham nos trazido uma lição, que Deus nos dê graças e que a partir de então possamos começar á refletir melhor sobre essa palavra tão mencionada nos nossos dias; (BÊNÇÃO), que você e eu possamos ser, verdadeiramente uma bênção nas Mãos do Senhor nosso Deus.

 

Sem mais Atenciosamente:

                                                  

                                                Pr. Manoel Teixeira

          Associação Teológica Renascer

                 Site: www.asotera.com / E-mail: contato@asotera.com

                    Fone: (47) 3446-0031 / Cel. 9985-7616. (TIM)  


 

 

 




Mais Matérias
:: Copyright © ASOTERA 2007 ~ Todos os Direitos Reservados ::
:: Site Desenvolvido Por Elite Y ::